Cuidados que o empregador deve ter com o preposto em audiências trabalhistas

Não precisa ser empregado para ser preposto

Por Mais Ceará em 04/12/2018 às 11:53:12

Fonte: Google

A CLT - Consolidação das Leis Trabalhistas, faculta ao Empregador a participação ou representação por prepostos nas audiências trabalhistas. O artigo 843, parágrafo 1•, dita o ritmo, e condiciona a representatividade preposta somente a questão do CONHECIMENTO DO FATO.

A Reforma Trabalhista de 2017, amplia o leque de possíveis prepostos em audiências,dizendo expressamente no parágrafo 3• do artigo 843 da Lei 13467/17, onde a representação do Empregador não precisa ser empregado da parte reclamada. Todavia é preciso conhecer os fatos narrados no paquet, e conhecer a empresa, ramo de atividade, e informações acerca da reclamada.

Pós Reforma Trabalhista, é corriqueiro julgadores sabendo da ampliação do leque de habilitados na representação de Empregadores, se apegarem na condição de conhecimento do fato para validar a participação, e não caracterizar uma revelia.