Pintando o SeteAzul

Sobral está dominada pela violência

Prefeito prefere culpar a polícia politizada

Por Mais Ceará em 12/10/2020 às 16:08:03
Google

Google

Não é de hoje os inúmeros relatos diários da violência urbana de Sobral, mas o agravamento da insegurança na nostálgica Princesa do Norte tem ganhado ares de verdadeira guerra civil nos últimos meses, e colocado a população prostrada diante do crime organizado. Os noticiários policiais da grande Sobral, estão cada vez mais robustos, cada vez mais ricos de histórias que mais se parecem se repetir, mas com atores diferentes todos os dias.

O pior da violência, além do encarceramento compulsório da população, é a falta de compromisso das autoridades que preferem ficarem num jogo de transferência de culpa, ao invés de enfrentar de fato a criminalidade que assola os sobralenses de forma tão voraz. É importante lembrar que a segurança pública é responsabilidade integrada dos governos, até mesmo da população, e não é se furtando de deveres que se terá algum êxito no combate ao problema.

Não obstante, o Prefeito Ivo Gomes, tem virado as costas para o problema é ignorado que a Segurança é responsabilidade dos Governos do Estado e da União, e a Prefeitura em nada tem a ver com o combate efetivo a violência. Sobral é uma cidade macro, e tem diversos papel protagonistas na região norte, e tem que ser entendida como capital polo que precisa de sincronia com outras esferas de poder para continuar o protagonismo no Estado. Estão se a coisa vai bem, o Prefeito quer sair na foto, mas se vai mal é mais cômodo colocar a culpa no Governo Federal e Estadual.

O Prefeito Ivo e seu Irmão Ciro, tem colocado a culpa da violência de Sobral na politização da polícia, se referindo a representatividade política da classe na Assembleia e na Câmara Federal, mas não pondera que o policial não é o criminoso, ele é o cidadão que ganha salário limitado e se veste de coragem para combater a criminalidade nas ruas. Sobral está sitiada por uma onda de violência jamais vista na história recente da cidade, e o que se ouve de ação do chefe maior do Poder Executivo, é um discurso de transferência de responsabilidades e de se auto isentar do combate à defesa da população de Sobral.


Fonte: Sobral on Line

CEP

Comentários