Pintando o SeteAzul

Prefeitura de Mauriti recebeu mais de 5 milhões de reais do Governo Federal para o combate ao COVID 19

O município é recordista em óbitos na região...

Por Mais Ceará em 04/09/2020 às 07:37:21
Google

Google

A cidade de Mauriti, 516 km da capital Cearense, com uma população oscilando na casa dos 44 mil habitantes, tem sido uma das mais privilegiadas Prefeituras da região sul do Estado do Ceará no que concerne ao recebimento de recursos advindos do Governo Federal, para o enfrentamento a pandemia de COVID 19. A Prefeitura de Mauriti já teria recebido o montante de R$ 5.433.367,30 (cinco milhões quatrocentos e trinta e três mil trezentos e secenta e sete reais e trinta centavos) exclusivamente para o combate ao Coronavírus.


Com 28 óbitos registrados e confirmados como sendo em decorrência do letal vírus, Mauriti é destaque negativo na regional de Brejo Santo por ser campeã em óbitos. Em termos proporcionais os valores recebidos do Governo Bolsonaro pela Prefeitura de Mauriti, não tem sido eficazes para estancar os óbitos no município. Sendo que, várias cidades vizinhas tiveram números inferiores de óbitos mesmo recebendo valores bem inferiores a Mauriti, como Brejo Santo que teve 21 óbitos, Milagres com apenas 8 óbitos, e Barro com 9 óbitos.

O sistema de saúde do município recebeu somente no último dia 25 de Agosto, o montante de R$ 2.820.521,68 (dois milhões oitocentos e vinte mil quinhentos e vinte e um reais e secenta e oito centavos), o que contraria proporcionalmente os resultados. O que estaria acontecendo com a gestão dos recursos destinados ao combate ao Coronavírus em Mauriti, que não tem sido suficientes para evitar as mortes e preservar vidas dos Mauritienses?

Veja a relação das receitas arrecadadas para o combate ao COVID 19 em Mauriti:

https://www.governotransparente.com.br/transparencia/1328479/covid/consultarrecorcarrecadada/resultado?ano=5&inicio=01%2F01%2F2020&fim=04%2F09%2F2020&unid=-1&valormax=&valormin=&credor=-1&clean=false&datainfo=MTIwMjAwOTA0MDczOFBQUA%3D%3D?

Fonte: Redação

CEP

Comentários