Vai dar certo

Curitiba recebeu apenas 6% de vacinas para o público infantil; veja cronograma

Por Mais Ceará em 18/01/2022 às 17:17:51

A superintende executiva da Secretaria Municipal da Saúde, Beatriz Battistella, explica que é por esse motivo que a vacinação iniciou pelos grupos prioritários. Estão sendo vacinadas, desde esta segunda-feira (17), as crianças acamadas em leitos, as institucionalizadas (que moram em lares e abrigos), as indígenas, as com deficiência e as com comorbidades.

“Esse quantitativo é bastante pequeno comparado ao nosso universo de 165 mil crianças, por isso estamos fazendo como em outros lugares e atendendo o grupo prioritário”, disse.

Ao todo, dez unidades de saúde funcionam de maneira exclusiva para vacinação do público infantil, separando o fluxo da vacinação anticovid dos adultos.

É necessário cadastrar a criança na plataforma Saúde Já, além de apresentar documento de identificação com foto e comprovante de residência. O responsável legal também precisa assinar um termo de consentimento.

“O curitibano tem se mostrado bastante favorável a aplicação da vacina e acreditamos que a nossa população vai dar um exemplo de cidadania e cuidado com os pequenos”, afirmou.

O frasco da vacina para crianças tem uma cor diferente daquela aplicada em adultos, deve ser laranja. A estratégia é adotada para ajudar os profissionais de saúde na hora de aplicar a vacina. Cada dose deverá ter 0,2ml.

“O princípio ativo é o mesmo, mas ela vem em uma apresentação diferente, com uma quantidade menor, e é importante que os pais fiquem atentos. Vale dizer que todas as crianças receberão duas doses de vacina. Uma agora e outra daqui a oito semanas”, explicou Battistella.

As novas convocações do público infantil serão de forma escalonada, de ordem decrescente de idade, dependendo do recebimento de novos lotes de vacina pelo município.

“A gente vai trabalhar com as comorbidades. Na medida que as doses sejam suficientes começaremos por idade. Primeiro os mais velhos até chegar ao mais novos”, ressaltou.

Fonte: Banda B

Tags:   Saúde
Comunicar erro
CAMES

Comentários

Pintando o SeteAzul