Pintando o SeteAzul

Prefeito, onde está o dinheiro? Milhões pagos por respiradores pela Prefeitura de Fortaleza, sumiram?

Nenhum respirador foi entregue, e parte do dinheiro não foi devolvido e nem encontrado nas contas da empresa que teria recebido 34 milhões da Prefeitura de Fortaleza

Por Mais Ceará em 11/06/2020 às 08:50:41

Google

Onde está o dinheiro?

A Prefeitura de Fortaleza em meio a pandemia e a morte de milhares de fortalezenses, efetuou o pagamento antecipado de 34 milhões de reais, por meio de dispensa de licitação para viabilizar a compra de respiradores mecânicos. A ação governamental tida como emergencial para salvar vidas, acabou virando um drama mexicano, e atraindo os olhares da Justiça Federal, da CGU, do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, que promoveu em maio uma operação entitulado de DISPNEIA, onde cumpriu mandatos de busca e apreensão em órgãos da Administração Pública direta de Fortaleza.

O Prefeito Roberto Cláudio na ocasião, usou redes sociais para desqualificar a operação da Polícia Federal, argumentando em defesa da compra dos respiradores, desde a incompetência dos órgãos Federais, da Polícia Federal, até a exdrúxula comparação dos respiradores comprados pelo município com os comparados pela CGU, usando o termo de comparar "filé a carne de pescoço". Todavia não se tem notícia de nenhum procedimento administrativo implantado com a finalidade de apurar tão graves denúncias. Quem assinou e autorizou a compra? De quem foi o parecer jurídico?

Ontem, usando redes sociais, embasado em robusta documentação, o Deputado Federal Capitão Wagner apresentou outro grave dado acerca do episódio. Segundo o parlamentar, o erário municipal foi lesado, pois não foi possível recuperar todo o valor pago, em miúdos: O dinheiro do contribuinte fortalezense, sumiu. Pois a afirmação bombástica apensa documentos que comprovam que os bloqueios promovidos pela justiça contra a empresa BUYERBR SERVIÇOS E COMÉRCIO EXTERIOR LTDA foram estéreis, não encontrando valores algum. Mais especificamente, no pagamento do IJF, foi pedido um bloqueio de R$ 11.728.750,00 tendo encontrado em conta somente a quantia de R$ 15,00 (quinze reais).

Twitter
Quanto aos sócios da empresa BUYERBR SERVIÇOS E COMÉRCIO EXTERIOR LTDA que recebeu da Prefeitura de Fortaleza a soma superior a 34 milhões antecipados para aquisição de respiradores, foi encontrado em nome de uma das sócias somente dois bens móveis com calor monetário, sendo uma moto 125 é um automóvel Ford Escort, a outra sócia nada tinha em seu nome.

Fato é que, aproximadamente 20 milhões de reais do contribuinte de Fortaleza, sumiu, evaporou, e nem um respirador foi entregue a população. Além do que não se tem notícia de que a Gestão do Prefeito Roberto Cláudio nem mesmo um procedimento administrativo instaurou... Diante disso, a população morre, padece por falta de ar, dispneia, e agoniza em busca de respiradores...








Fonte: WhatsApp

Comunicar erro
CEP

Comentários