Vai dar certo

Ministério da Saúde decide exonerar diretor após denúncia de propina por vacina

Por Mais Ceará em 29/06/2021 às 23:28:52

O Ministério da Saúde (MS) exonerou o diretor de logística Roberto Dias após denúncias de corrupção. Segundo a pasta, a decisão será publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 30. Dias foi citado em uma matéria do jornal “Folha de S. Paulo” que aponta suposto esquema de corrupção na compra de vacinas contra a Covid-19. Segundo a reportagem, Dias teria cobrado uma propina de US$ 1 para cada dose do imunizante a fim de que fosse fechado um contrato com o Ministério da Saúde. Em nota, a pasta afirma que a decisão sobre a exoneração foi tomada na manhã desta terça-feira, 29. O agora ex-diretor de logística foi nomeado no início da gestão do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), durante o comando de Luiz Henrique Mandetta na pasta. Em nota enviada à imprensa, o deputado Ricardo Barros, que é líder do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados e é citado na matéria como responsável pela indicação de Dias, afirmou que a sugestão não foi sua e que, no momento em que ocorreu, ainda “não estava alinhado ao governo”.

Fonte: JP

Comunicar erro
CAMES

Comentários

Pintando o SeteAzul