Pintando o SeteAzul

Conselho arquiva representações contra Eduardo Bolsonaro por falas sobre AI-5

Por Mais Ceará em 09/04/2021 às 08:01:11

O Conselho de Ética da C√Ęmara dos Deputados descartou a√ß√£o contra Eduardo Bolsonaro. PSOL, Rede, PT e PCdoB entraram com duas representa√ß√Ķes contra o parlamentar do PSL após entrevista em outubro de 2019, na qual o deputado afirmou que se a esquerda radicalizasse, a resposta do governo poderia ser um "novo AI-5". A deputada do PSOL, Fernanda Melchionna, solicitou, sem sucesso, o impedimento do relator do caso, o deputado Igor Timo. “Um parlamentar que rasga a Constitui√ß√£o, que defende a ditadura civil militar, que na pr√°tica defende torturas e todas as viola√ß√Ķes de Direito Humanos cometidos pelo Ato Institucional 5, óbvio, deveria ser processo de cassa√ß√£o.”

Igor Timo apresentou parecer pelo arquivamento dos casos. O deputado explicou a raz√£o de procurar Jair Bolsonaro. “Procurei o presidente para que ele se manifestasse sobre os recursos destinados por ele. Ent√£o n√£o h√° nenhum tipo de rela√ß√£o anterior, deixo isso muito claro, deputada Fernanda. É importante termos equilíbrio nas nossas decis√Ķes”, disse. O filho do chefe do Executivo se diz vítima da esquerda. “As minhas falas n√£o configuram, de maneira nenhuma, uma quest√£o de quebra de decoro, foi durante uma entrevista, um debate normal. E, além disso, dizer que estou sendo vítima de calúnia. Ouvi diversos deputados falaram repetirem que eu fa√ßo campanha pelo fechamento do STF, falarem que eu defendo o fechamento do Congresso, mentira. Para os meus advers√°rios políticos de esquerda, a ética deles é fazer o vale tudo para alcan√ßar os seus objetivos políticos”, afirmou. Eduardo Bolsonaro analisou, na época, os protestos em países da América Latina, como o Chile. Por 12 votos a 5, o Conselho de Ética da C√Ęmara aprovou o parecer pelo arquivamento das representa√ß√Ķes contra o parlamentar.

*Com informa√ß√Ķes do repórter Marcelo Mattos

Fonte: JP

Comunicar erro
CEP

Coment√°rios