Pintando o SeteAzul

Eleição no Senado: Progressistas vai declarar apoio a Rodrigo Pacheco

Por Mais Ceará em 12/01/2021 às 19:17:40

O Progressistas (PP), partido que possui sete senadores eleitos, vai declarar apoio à candidatura de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) à presidência do Senado. O martelo será batido nesta quarta-feira, 13, em uma reunião virtual da bancada. A Jovem Pan apurou que o presidente nacional da sigla, senador Ciro Nogueira (PP-PI) esteve nesta terça-feira, 12, com Pacheco, para tratar sobre o tema. Pacheco possui o apoio do presidente Jair Bolsonaro e foi o nome escolhido pelo atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para sucedê-lo.

Com isso, Pacheco amplia seu arco de alianças. Como a Jovem Pan mostrou, a bancada do PT decidiu, por unanimidade, nesta segunda-feira, 11, apoiar a candidatura do democrata. Os petistas se dividiam entre o escolhido por Alcolumbre e Eduardo Braga (MDB-AM), líder do partido no Senado. Braga disputava a indicação do MDB com a senadora Simone Tebet (MDB-MS), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa. Na tarde desta terça, os emedebistas, que ostentam a condição de maior bancada do Senado, definiram o nome da senadora como postulante à presidência.

Somando os parlamentares do Progressistas, Rodrigo Pacheco contará com o apoio de 38 senadores de sete legendas – DEM, PSD, Republicanos, PROS, PL, Progressistas e PT. Aliados de Simone Tebet, por sua vez, estimam que a emedebista possua, no mínimo, 31 votos – MDB, Podemos e PSDB. A emedebista também possui bom trânsito com integrantes do "Muda Senado", que defendem pautas como a Operação Lava Jato e o combate à corrupção.

Leia também

MDB escolhe Simone Tebet como candidata à presidência do Senado

Lira minimiza apoio de Bolsonaro e diz que Rossi também é da base do governo

'Nossa voz está em risco; precisamos ter a ousadia dos canalhas', diz Bia Kicis sobre censura nas redes sociais

Fonte: JP

Comunicar erro
CEP

Comentários