Pintando o SeteAzul

TRF-1 adia para a próxima semana análise sobre afastamento de Salles

Por Mais Ceará em 28/10/2020 às 08:00:26

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região adiou para a próxima semana a análise do pedido de afastamento do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. A decisão deve acontecer no dia 3 de novembro, terça-feira. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em julho desde ano sob alegação que o ministro teria desestruturado as políticas ambientais e esvaziado a pasta. Ricardo Salles tem negado as acusações e se defende afirmando que o pedido é uma tentativa de interferência indevida em políticas públicas. O Ministério Público tem cobrando um decisão rápida à Justiça, alegando que a permanência de Salles no cargo prejudica as ações de preservação do meio ambiente. No entanto, no Palácio do Planalto o entendimento é que não cabe à Justiça analisar este tipo de pedido.

Leia também

Diante do atrito entre Salles e Ramos, Bolsonaro fez o que costuma fazer: morder e assoprar

Joel: A gente se pergunta qual a função de Salles no governo

'Apresentei desculpas e colocamos ponto final', diz Salles sobre atrito com Ramos

No geral, além de resistências externas, Ricardo Salles também enfrenta problemas dentro do próprio governo. Na semana passada, ele se desentendeu publicamente com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. O episódio aconteceu após Salles, por meio das redes sociais, acusar o colega de estar fazendo fofoca, chamando o general de "Maria Fofoca" pelo Twitter. O comentário de Salles gerou repercussão entre parlamentares, que saíram em defesa do militar. No domingo, 25, o ministro afirmou que o assunto já havia sido encerrado após um "pedido de desculpas pelo excesso". Ricardo Salles e Luiz Eduardo Ramos se encontraram nesta terça-feira, 27, durante reunião ministerial no Palácio do Alvorada.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin

Fonte: JP

CEP

Comentários