Pintando o SeteAzul

SUS não entrou nem vai entrar em colapso, diz Pazuello em posse como ministro efetivo da Saúde

Por Mais Ceará em 16/09/2020 às 19:34:36

A medida encerra um período de quatro meses em que o Ministério da Saúde estava sem titular, ao mesmo tempo em que o general já era visto como "provisório eterno".

Com a mudança, Pazuello se torna oficialmente o 48º ministro da área no país –e o 3º durante a pandemia do novo coronavírus, que já deixa 4,4 milhão de casos e 133 mil mortes desde fevereiro.

Em seu discurso, Bolsonaro disse que, em meio a uma crise sanitária, é menos complicado ser presidente da República do que ministro da Saúde.

O presidente ressaltou que a responsabilidade de Pazuello é "enorme" e agradeceu-lhe por ter aceitado assumir em definitivo o posto. Inicialmente, o general da ativa havia resistido ao convite de Bolsonaro.

"Eu não sou um palpiteiro. E converso com meus ministros, de maneira reservada, onde procuramos nos acertar", disse o presidente. "E eu aprendi que pior que uma decisão mal tomada é uma indecisão", ressaltou.

Bolsonaro voltou a defender a prescrição da hidroxicloroquina na fase inicial do tratamento do coronavírus. O medicamento, no entanto, não tem comprovação científica de eficácia no combate à doença.

"Nada mais justo, sagrado e legal que um médico, na ponta da linha, decidir o que aplicar em seu paciente na ausência de um remédio com comprovação cientifica. A responsabilidade é do médico", afirmou.

Em entrevista após a cerimônia de posse, o ministro disse que a chegada da vacina ao Brasil pode ser antecipada caso os testes sejam concluídos antes do esperado.

Ele explicou que, no contrato de compra, há uma cláusula de antecipação. O cronograma atual estabelece como janeiro o mês de entrega das doses e início da vacinação para grupos de risco.

"O programa assinado é a partir de janeiro, com possibilidade de antecipar caso os testes e a conclusão da vacina sejam antecipados", disse.

Pazuello disse ainda que a pasta tem discutido a possibilidade de oferecer a hidroxicloroquina pelo programa Farmácia Popular, que disponibiliza medicamentos de maneira gratuita ou com desconto.

"Não só cloroquina. Todos os medicamentos do kit Covid estão sendo discutidos para distribuir também na Farmácia Popular", afirmou.

Publicado primeiro em Banda B » SUS não entrou nem vai entrar em colapso, diz Pazuello em posse como ministro efetivo da Saúde

Fonte: Banda B

CEP

Comentários