Vai dar certo

Ala pró-Lula retoma o comando do Pros após decisão do TSE

Por Mais Ceará em 05/08/2022 às 16:40:48

Em novo capítulo da batalha interna pelo comando do Partido Republicano da Ordem Social (Pros), o ministro Ricardo Lewandoswki, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou o retorno de Eurípedes Júnior à presidência da legenda. A decisão proferida nesta sexta-feira, 5, acontece dois dias depois do ministro Antonio Carlos Ferreira, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), suspender uma decisão do vice-presidente da Corte que restabelecia Eurípedes como presidente nacional da sigla. No entendimento do ministro Jorge Mussi, não há provas suficientes para afastar o político do cargo, enquanto Carlos Ferreira defende que, havendo ainda análise de recurso pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, não cabe ainda à Corte decidir sobre o tema, o que gerou o empasse no STJ e o retorno momentâneo de Marcus de Holanda ao comando do Pros. No despacho desta sexta, Ricardo Lewandoswki concordou que a decisão do TJDFT “teria influenciado em temas estritamente relacionados às eleições gerais de 2022, a exemplo da escolha dos candidatos, da formação de coligações e da distribuição dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas”. O retorno de Eurípedes é favorável a ala pró-Lula do Pros, que defende a retirada da candidatura de Pablo Marçal (Pros) à presidência da República em apoio ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula do Silva. A decisão do TSE acontece último dia para as convenções partidárias e homologação das candidaturas às eleições 2022 e pode confirmar o apoio da legenda aos petistas nas eleições 2022.

Fonte: JP

Comunicar erro
CAMES

Coment√°rios

Pintando o SeteAzul