Vai dar certo

Rodrigo Pacheco cria CPI do MEC, mas instalação será após a eleição

Por Mais Ceará em 06/07/2022 às 21:50:37

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) leu nesta quarta-feira, 6, o requerimento de instalação da CPI do Ministério da Educação, que busca investigar as suspeitas de irregularidades e fraudes durante a gestão do ex-ministro Milton Ribeiro. De autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede), o requerimento recebeu a assinatura de 31 parlamentares e foi apresentado em 28 de junho. Embora cumpra os requisitos técnicos para criação, a instalação e início do colegiado no Senado Federal de acontecer apenas depois das eleições 2022, em um decisão conjunta entre lideranças e a presidência da Casa. A avaliação é que a existência de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no período eleitoral – quando um terço dos senadores estão em campanha – poderia comprometer as investigações.

“De fato, nas vésperas do recesso parlamentar e no período eleitoral, de setembro e outubro, não seria conveniente a existências das comissões”, mencionou Pacheco no início da semana, quando confirmou a leitura dos requerimentos. Além da CPI do MEC, outros dois requerimentos para novas comissões parlamentares de inquérito também foram lidos pelo presidente do Senado e a criação dos colegiados também deve ficar para o “momento oportuno”. Atualmente, há cinco requerimentos junto à presidência para instalação de novas comissões, envolvendo temas como meio ambiente e ações na Amazônia, obras em creches e o avanço do narcotráfico, além das investigações sobre a Educação.

Fonte: JP

Comunicar erro
CAMES

Coment√°rios

Pintando o SeteAzul