Vai dar certo

Deputadas batem boca sobre homenagem à ju√≠za que impediu aborto em SC; veja v√≠deo

Por Mais Ceará em 06/07/2022 às 20:20:24

Duas deputadas federais protagonizaram um bate boca nesta quarta-feira, 6, durante reunião da Comissão da Mulher na Câmara. A discussão – com direito a batidas na mesa – aconteceu entre Sâmia Bomfim (PSOL-SP) e Chris Tonietto (PL-RJ), durante discussão para aprovação de uma moção de aplausos a juíza Joana Ribeiro Zimmer, que ficou conhecida após impedir a realização do aborto em uma menina de 11 anos, que engravidou após ser vítima de estupro em Santa Catarina. No último mês, gravações circularam nas redes sociais com trechos em que a magistrada tenta convencer a menina a desistir do procedimento médico, chegando a questionar se ela já teria escolhido um nome para o feto.

Na comissão, a discussão ficou acalorada. Enquanto Sâmia Bomfim acusava a colega de apoiar um governo “genocida e assassino”, Chris Tonietto – que é uma das autoras da moção à juíza – pedia “respeito ao Parlamento”. “Genocida e assassino é o seu governo, que a senhora apoia, que a senhora recebe verba para levar adiante, para se silenciar. A senhora é conivente com o assassinato. Não vou respeitar uma mulher que assina embaixo o genocídio da presidência da República”, disse, aos brandos, a deputada do PSOL. Em outro momento, Sâmia Bomfim lembrou que a juíza Joana Ribeiro Zimmer foi responsável por colocar a garota de 11 anos em um abrigo, longe dos pais, e por prolongar a gestações, que poderia colocar em risco a saúde da criança.

“E a deputada está propondo homenageá-la, a senhora não tem vergonha na sua cara, não?”, questionou a parlamentar. A Moção de Aplausos e Reconhecimento é voltada para homenagear pessoas que se destacaram na sociedade e o pedido de moção a Joana Ribeiro Zimmer foi apresentado por Chris Tonietto e pelo deputado federal Diego Garcia (Republicanos-PR). No entanto, o documento foi derrubado pela Comissão da Mulher nesta quarta, 6.

Fonte: JP

Comunicar erro
CAMES

Coment√°rios

Pintando o SeteAzul