Vai dar certo

Caso Milton Ribeiro: Delegado da PF que investiga crise no MEC será transferido

Por Mais Ceará em 28/06/2022 às 20:42:11

A Polícia Federal (PF) anunciou nesta terça-feira, 28, que o delegado Bruno Calandrini – integrante do setor responsável pela investigação de políticos com foro privilegiado, chamado de Cinq (Coordenação de Inquéritos), e responsável pela investigação no caso da crise dos pastores no Ministério da Educação (MEC) – será transferido para o comando da Unidade Especial de Investigação de Crimes Cibernéticos. Segundo o órgão, a movimentação trata-se de uma solicitação realizada pelo próprio servidor no início do mês de maio, semanas antes da deflagração da operação que prendeu o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro. Sua saída do setor, porém, ocorre com a condição da sua permanência neste inquérito.

Confira a nota da Polícia Federal na íntegra:

Após tratativas iniciadas ainda no mês de maio do corrente ano, no dia 15/6/2022 houve a movimentação formal do DPF Calandrini para a DRCC/CGFAZ/DICOR/PF, onde irá coordenar a Unidade Especial de Investigação de Crimes Cibernéticos – UEICC presidindo trabalhos investigativos sensíveis daquela unidade.

O próprio servidor manifestou interesse (ainda no mês de maio) em ser movimentado para a nova unidade, para onde irá apenas no mês de julho, permanecendo na presidência da Op. Acesso Pago (IPL do MEC) e outros inquéritos da CINQ/CGRCR/DICOR/PF.

Concomitantemente, foi procedida a movimentação de outro DPF para repor a saída do DPF Bruno Calandrini da CINQ.

Fonte: JP

Comunicar erro
CAMES

Comentários

Pintando o SeteAzul