Pintando o SeteAzul

Em um ano e meio Bolsonaro entregou obra idealizada por Dom Pedro II

Um feito que beneficiará 4 milhões de Cearenses

Por Mais Ceará em 26/06/2020 às 14:57:18
Google

Google

Bolsonaro veio ao Ceará, e entregou a tão sonhada obra da Transposição do Rio São Francisco. As águas do Velho Chico beijaram o sertão Cearense após anos de expectativas e desilusões, impulsionadas por promessas vazias que foi tema de diversas campanhas eleitorais. A obra custou aos cofres públicos 8,2 bilhões, em um emaranhado burocrático, licitações e distratos, guerra de licenças ambientais, entraves e corrupção...

"A novela terminou", afirmou o Presidente Jair Bolsonaro, que em um ano e meio, incluiu o Exército de forma mais prática na obra e a entregou a população. A Transposição do São Francisco teve ponto inicial ainda sob o governo de Dom Pedro II, por meio de 1844, quando idealizado a forma para dirimir a seca no semi árido Nordestino.

O fato inusitado foi a ausência do Governador Camilo Santana, que escondido por trás da pandemia, não foi a Penaforte receber o Presidente da República em terras Cearenses, todavia um número considerável de apoiadores Cearenses estiveram na comitiva que foi agradecer o empenho do Presidente para a conclusão da obra. Alguns lembraram que Camilo foi em meio de semana visitar Lula na cadeia, condenado por corrupção, mas ignorou a vinda do Presidente Bolsonaro para entregar uma obra da envergadura da Transposição, que beneficiará 4 milhões de Cearenses.

Carmelo Neto, que é jovem apoiador do Presidente no Ceará, mesmo sem mandato, foi forte voz a favor da reforma da Previdência no Ceará, percorrendo todo o Estado, dentre outras pautas alinhadas ao Governo Bolsonaro. Carmelo esteve em Penaforte para manifestar agradecimento ao empenho do Governo Bolsonaro em entregar a obra, e gravou vídeo com o Presidente:


Fonte: Redação

CEP

Comentários