Pintando o SeteAzul

Coragem para ser feliz

Por Dr Alex Curvello

Por Mais Ceará em 29/04/2021 às 12:59:59

A vida é uma eterna capacidade de sentir, existem inúmeras formas de sentimento e de conseguirmos expressar essa vivência, seja pela música, palavras escritas ou ditas, por um sorriso de uma criança, pela arte, sendo que algo extremamente essencial e não deixar de sentir.


Deve ser algo horripilante perder a sanidade ou a capacidade de sentir, vivemos tempos estranhos, reconheço, onde o afeto é algo de segundo, ou até terceiro plano, a correria e ocupação do dia, nos faz não aproveitar as pessoas que amamos, aquelas que nos rodeiam, pela simples desculpa de uma vida muito ocupada.


A gratidão de termos alguém ali, aquela pessoa sempre disposta, que ajuda e aceita ser ajudada, seja filho, filha, esposa, esposo, amiga ou amigo, deve ter sempre nossa afeição, com uma demonstração do sentimento de amor.


Lembrando Gandhi que certa vez nos disse; "quando me desespero, eu me lembro que em toda história, a verdade e o amor sempre triunfaram." , podemos vivenciar isso dentro de nós.


Alguns sempre tentam desvirtuar os bons sentimentos, até de maneira indiferente, sendo que o fato de você perceber uma diferença não faz com que ela seja relevante, a importância do que entendemos a vida é particular de cada um, para uns, o destino é a melhor parte, para outros o caminho é mais importante.


É uma eterna luta interna que travamos de ir contrário ao sistema, que demonstra não fazer questão de demonstrar ou falar sobre carinho, zelo e até mesmo o amor consciente.


É quase um controle ditatorial disfarçado, no qual muitas vezes estamos presos a insensatez humana, ao egoísmo, frieza de sentimentos e profunda infelicidade.


Que sigamos firmes, sem deixar que cassem a nossa liberdade, a nossa voz e ainda que consigamos escapar de toda tirania sonsa com cara boba.


Não se deve ter medo de ser feliz, aliás devemos ter coragem de ter felicidade.


É até algo como a liberdade, de uma forma tão única que devemos começar por si e passarmos a demonstrar ao próximo.


Tais tempos estranhos, não poderia deixar de mencionar, nos trazem inúmeras dificuldades que milhares estão passando, entretanto a história nos mostra os grandes Seres do mundo que vieram nos ensinar, jamais deixaram de mencionar e ensinar o amor.


De modo algum, terminaria um texto como esse sem demonstrar meu sentimento por Ana Karla, mulher com quem escolhi passar toda minha vida, a qual devoto meus dias em busca de uma vida amena e de alegrias constantes na medida do possível, obrigado por tanto meu bem, todo amor do mundo para você.


Lembrando sempre que a todo momento deve ser combatida a desordem, a perda do sentido dos valores, devemos buscar o equilíbrio natural, a honestidade, retidão e amor universal.


Por fim, que possamos amar a vida o bastante para aprecia-lá da maneira que ela é, superando as dificuldades e sendo gratos pelas bonanças.



Fonte: Dr Alex Curvello

CEP